Metodologia SMART: como traçar metas realizáveis

Eu já falei inúmeras vezes aqui que produtividade não tem nada a ver com se ocupar mais. Produtividade é uma forma de trabalhar para alcançar seus objetivos de forma mais eficiente. É o caminho para atingir suas metas.

De vem em quando eu vejo pessoas dizendo que não conseguem ser produtivas. Que não saem do lugar, não obtém resultados e não conseguem alcançar seus objetivos. Algumas até dizem que já tentaram diversos métodos e nada funcionou. Longe de mim querer generalizar, mas a impressão que eu tenho nesses casos é que o problema não são os métodos e sim a forma como eles são usados.

Como eu disse, produtividade é uma ferramenta para realizar suas metas. Se você não consegue ser produtivo usando nenhum método, quem sabe o problema esteja nas suas metas. Ou melhor, na forma como você as define.

A princípio, ter metas parece ser algo absurdamente simples. Todos temos metas, coisas ou situações que desejamos conquistar. Entretanto quando uma meta é muito ampla, muito geral ou muito longa, por exemplo, fica um pouco difícil traçar o caminho que nos levará a ela. Isso porque, alcançar qualquer meta requer planejamento e organização, e não dá pra planejar etapas e organizar tarefas se não conseguimos traduzir uma meta em ações para concretizá-la.

Existem diversas dicas, sugestões e metodologias que ajudam a traçar nossas metas de forma mais eficiente. Para começo de conversa, você deve garantir que sua meta não seja nem muito fácil nem muito difícil. Uma boa meta é desafiadora sem ser inviável. Metas muito fáceis não nos desafiam e mantém nossa mente muito relaxada. Metas difíceis demais nos levam a desanimar e cair na procrastinação quando percebemos a distância que nos separa de nosso objetivo.

Além disso, diversos especialistas concordam que uma meta deve ter cinco características específicas para que ela se torne realizável. Essas caraterísticas são a base do método SMART.

mesa oculos notebook papel caneta

Foto de rawpixel em Unsplash

A metodologia SMART

Acredita-se que a metodologia SMART tenha sido desenvolvida por volta de 1981, por George T. Doran, consultor e especialista em planejamento corporativo.  Como diretor de planejamento corporativo, Doran acreditava que os executivos e administradores em geral tinham dificuldades para traçar objetivos significativos, que realmente traduzissem resultados a serem alcançados. Após estudos, ele definiu que cada objetivo traçado deveria ter certas características específicas que permitiriam de fato sua realização (fonte).

Essas características são as letras que formam a palavra “smart”, do inglês: Specific (específico), Measurable (mensurável), Attainable (atingível), Relevant (relevante) e Timely (temporal).

Assim, ao se estabelecer uma meta, devemos defini-la de forma que ela atenda, tanto quanto possível, cada uma dessas características. Vamos vê-las com mais detalhes.

Específica

Qualquer meta ou objetivo deve ser o mais específico possível. Evite metas genéricas. Identifique quem está envolvido, onde, quando, porque você quer alcançar aquela meta, quais os critérios necessários para que ela seja alcançada.

Por exemplo: substitua “emagrecer” por “perder 5 quilos”; “fazer atividade física” por “ir a academia 3 vezes por semana”; “estudar mais” por “estudar 2 horas todos os dias”. Deu para entender a ideia? Deixe o mais claro possível, detalhe qual é a meta.

Mensurável

Aqui estamos falando de números. Pelos exemplos do parágrafo anterior, já deu para perceber: 5 quilos, 3 vezes por semana, 2 horas. Pensar em termos de número torna a meta mais real. Trabalhar com números estimula o cérebro, além de permitir acompanhar o progresso de nossas ações.  Observar o andamento das tarefas mostra que estamos saindo do lugar e isso funciona como um fator de motivação.

Então, determine quanto é o resultado esperado e quanto tempo será necessário para consegui-lo. Estabeleça pontos de referência ao longo do caminho que te permitam medir seu progresso. E saiba como você vai  fazer essa medição.

Atingível

Esse ponto é essencial. Metas irrealizáveis acabam com nossa produtividade. Ao perceber que estamos trabalhando muito e, ainda assim, estamos longe de alcançar nosso objetivo, damos espaço para a desmotivação e a procrastinação.

Defina metas que de fato podem ser alcançadas levando em conta seus recursos disponíveis: tempo, dinheiro, conhecimento, disponibilidade de outras pessoas para ajudar, esforço, foco, energia. Por exemplo, não adianta estar determinado e disposto a se esforçar se você precisa de alguma forma de outra pessoa que não está interessada em ajudar.

Ainda nesse ponto, não hesite em redefinir e adaptar a sua meta a realidade sempre que for necessário.

Relevante

Buscar uma meta requer tempo, esforço, dedicação. Se o que você busca não for realmente importante, dificilmente você estará disposto a investir seu tempo e energia nas tarefas.

Então, faça com que suas metas tenham significado, estejam ligadas a um objetivo maior e venham de encontro ao seu propósito de vida.

Mais do que isso, tenha consciência de porque você está perseguindo aquele objetivo, e qual é a importância de realizar aquela meta.

Temporal

Agora estamos falando de prazos. Ao definir cada etapa que vai te levar até sua meta, estabeleça datas de início e de término. Prazos trazem senso de urgência e ajudam a evitar a procrastinação. Prazos também possibilitam estabelecer cronogramas.

É importante estipular um prazo para conclusão por que se não o fizermos, certamente a Lei de Parkinson entrará em ação. Essa lei diz que “o trabalho se expande de modo a preencher o tempo disponível para a sua realização”. Então, quando não temos uma data limite para concluir qualquer coisa, tendemos a enrolar e alongar a tarefa desnecessariamente. Já que não há uma data certa para finalizar o trabalho, acabaremos sempre “deixando para depois”.

resumo metodologia smart metas realizaveis

São essas as características indicadas pela metodologia SMART para traçar metas inteligentes e realizáveis. Existem algumas variações quanto ao significado de algumas letras na sigla, mas de forma geral o sentido permanece o mesmo.

Alguns apontam o A como significado de “atribuível” ao invés de “atingível”, indicando nesse caso que se deve estabelecer quem é o responsável por executar determinada ação. R também pode ser encontrado como “realista” no lugar de “relevante”, tendo nesse caso significado semelhante a “atingível”.

Existe ainda a sugestão do uso da sigla SMARTER, com as duas últimas letras significando, respectivamente,  Evaluable (avaliável) e Revisable (revisável). Avaliável se refere à análise de uma meta para avaliar até que ponto ela foi alcançada. Revisável  representa a possibilidade de adaptação da meta em si ou das ações necessárias para chegar até ela.

Nós estamos praticamente no meio do ano e esse papo sobre metas me fez pensar em uma coisa: como estão as suas metas de ano novo? Aquelas mesmo que você garantiu que ia cumprir esse ano. Estão bem encaminhadas ou ficaram esquecidas na gaveta antes mesmo do fim de janeiro? Se for esse o caso, que tal rever essas metas usando a metodologia SMART? Se você quiser tem também um post aqui no blog com dicas de como realizar suas metas. Você pode não acreditar mais ainda temos muito tempo pela frente até o final do ano. Vamos fazer esses objetivos serem alcançados?

Até mais,

Juliana Sales

29 comentários sobre “Metodologia SMART: como traçar metas realizáveis

  1. Fica muito mais fácil atingir um objetivo quando clareamos o método pra se chegar lá. Dividir a metodologia em etapas, como o método SMART propõe, é uma maneira inteligente de saber exatamente como conseguir realizar suas tarefas. Até a mudança de palavras faz muita diferença, trocar “emagrecer” por “perder x quilos” já passa uma ideia muito mais focada

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Patricia! A ideia é bem essa que você disse mesmo: dividir em etapas, esclarecer cada passo. A forma como escrevemos a meta e cada passo ajuda no foco, na motivação , traz a meta mais pra perto da nossa realidade.

      Curtir

  2. Simplesmente o post que eu precisava para organizar de vez minha vida. Eu andava meio pensativa esses dias pq já estamos no meio do ano e parece q minha vida não andou, queria algo que pudesse mudar isso e vou com certeza usar essa técnica. O que mais gostei dela é que ela vai direto ao ponto, são metas específicas, e percebi que a maioria das minhas metas são mui genéricas, como diz você. Obrigada!
    claraaoliveira.blogspot.com

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Clara! Fiquei muito feliz com seu comentário, que o post veio de encontro ao momento em que você vive! Você ter percebido que suas metas são um pouco genéricas é um ótimo começo para mudar a forma como você lida com elas. É tudo uma questão de reescrever os objetivos de forma que ele fiquem mais perto da nossa realidade, traduzido em ações que fazemos no dia a dia. Obrigada pela visita!

      Curtir

  3. Oi Ju
    Me torno repetitiva aqui, pois adoro seus posts! Parabéns!
    Adorei esta reflexão: Produtividade é uma forma de trabalhar para atingir seus objetivos de forma mais eficiente. É o caminho para atingir suas metas!
    Já tinha ouvido falar neste método e acho que o SMART faz muito sentido. Quando é “alcançável” o cérebro entende melhor e coopera, não é mesmo? Vou colocar em prática
    Bjks mil

    http://www.maeliteratura.com

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Cláudia! Sempre fico feliz com sua presença por aqui e obrigada pelo elogio. E é bem isso que você disse mesmo, escrever metas de forma mais prática faz a mente trabalhar a nosso favor e não contra a gente, como as vezes acontece. Coloque em prática sim e venha me dizer depois o que achou. 🙂

      Curtir

  4. Ju! Eu adorei ler o seu post. Parece tão simples atingir nossos objetivos, mas as vezes acabamos não conseguindo traçar nossos caminhos de forma clara e objetiva mesmo. Eu já faço uso dessa metodologia SMART, principalmente com as metas no trabalho… O pessoal de RH de onde eu trabalho foca bastante nisso. Acho muito interessante. Foi legal ler sobre isso fora do local de trabalho. Você escreve muito bem! Parabéns! Beijos!

    http://www.myysadsongs.blogspot.com.br
    http://www.bibliotecalecture.blogspot.com.br

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Mariana! Que bom que gostou do post e obrigada pelo elogio! É como você disse, a forma de traçar o caminho até o objetivo faz toda a diferença para chegar lá. A metodologia SMART surgiu no ambiente corporativo, então ela é bastante usada em empresas. E se funciona tão bem nesse ambiente, por que não trazer para o nosso dia a dia, não é? 😉

      Curtir

  5. Como já disse, acho seus posts sempre ótimos e completos. Não conhecia esse método, mesmo que já tenha ouvido o termo “smart” por aí. Realmente, parece algo bom a se seguir, e me lembrou bastante um vídeo que vi há algum tempo sobre felicidade, conformidade e mudanças que somos capaz de fazer na nossa vida. Não sei porque meu cérebro fez essa ligação hehe.
    Acho que é algo que eu sigo bastante, pois, mesmo eu tendo metas bem grandes e impossíveis no momento, tento focar nas que são possíveis realizar agora 🙂
    Adorei conhecer a história desse método!

    Curtir

    • Oi Luana! Obrigada, fico feliz que goste dos posts. E sim, metas grandes quando divididas em metas menores e realizáveis, aos poucos vão se tornando possíveis. Fiquei curiosa com esse vídeo que você mencionou! rs

      Curtir

  6. Oi Juliana!
    Cada dia que venho aqui um post mais legal que o outro!
    Eu amei demais saber as dicas SMART para definição de metas, porque eu estou exatamente num mês para definir minhas metas para o segundo semestre e me organizar para alcançá-las, já que estou entrando numa nova fase e vou precisar fazer alguns ajustes na minha rotina para evitar a temida procrastinação e outros problemas que acabam me interferindo de finalizar alguns projetos.
    Gostei bem da versão mais detalhadas do significado que você passou e, mesmo as possíveis variações, de modo geral, acho que acabam levando ao mesmo lugar. Anotei os tópicos para ajudar a planejar minhas metas já! Veremos como vai funcionar! 🙂
    xoxo

    Curtir

    • Oi Rê! Que bom ler isso, obrigada! Que bom que o post te encontrou nesse momento de definição de metas, espero muito que ele te ajude a traçá-las de forma mais prática e alcançá-las com sucesso! Depois me conte como o método funcionou pra você. 🙂

      Curtir

  7. […] Algo que eu sempre repito é que clareza de propósito é um ótimo antídoto para a procrastinação e um “melhorador” de produtividade. Saber porque você faz o que faz e ter em mente quais são suas metas te dá motivação para fazer o que precisa ser feito. E isso envolve outras coisas, como ter claras suas prioridades e definir objetivos concretos e metas realizáveis. […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s