Home office: como se manter produtivo

Trabalhar com home office é o sonho de consumo de muitos hoje em dia. Imagina só: trabalhar de pijama, no horário em que bem entender, sem ninguém fiscalizando se você está dando uma olhadinha nas redes sociais… Mas espera aí um pouquinho: se essa é sua ideia de como funciona trabalho em home office, você está redondamente enganado.

Falo isso com conhecimento de causa: eu trabalho em home office tem um pouco mais de dois anos e a minha realidade está bem longe dessa descrita no parágrafo anterior. A verdade é que a única diferença entre trabalhar em casa ou em um escritório, por exemplo, é o local onde você trabalha. Os compromissos, as obrigações, o comprometimento é (deve ser) o mesmo. Talvez até seja necessária maior dedicação e disciplina, pois não há ninguém te controlando, nenhum chefe pegando no seu pé. Você é o único responsável por garantir que o seu trabalho está sendo realizado.

Claro que home office tem inúmeras vantagens: rotina flexível, maior liberdade com o horários, evitar perder tempo com deslocamento no trânsito, dentre várias outras. Por outro lado, é preciso ter muito mais foco, planejamento, organização e disciplina.

Desde que eu comecei a trabalhar dessa forma já mudei meu modo de trabalho algumas vezes, sempre buscando um jeito de produzir mais e melhorar o rendimento, porém sem perder os benefícios que o home office proporciona. Nesse post eu reuni uma série de dicas de como fazer o seu trabalho em home office funcionar da maneira certa. São coisas que eu faço no meu dia a dia combinadas com ideias que eu li por aí.

Planejamento é fundamental

O primeiro passo para quem quer trabalhar com home office é entender que a responsabilidade de fazer tudo andar corretamente é sua. Não tem nenhum chefe te cobrando então você é que precisa se cobrar para não perder prazos e apresentar um trabalho de qualidade.

Para isso é fundamental planejar como será o seu dia trabalho: vai seguir o tradicional horário comercial? Prefere acordar mais tarde e trabalhar até mais tarde? Ou ter a tarde livre e trabalhar pela manhã e à noite? Uma vantagem do trabalho em home office é essa: você trabalha no horário que preferir. Mas precisa se certificar que trabalhará o suficiente para atender seus clientes, cumprir suas demandas e honrar todos os seus compromissos.

Então, na hora de planejar sua semana de trabalho aja da mesma forma que faria se estivesse trabalhando em um escritório. Contabilize quantas horas de trabalho fará durante a semana, liste todos os prazos, anote os compromissos e as tarefas e distribua tudo isso ao longo dos dias.

O planejamento aqui é igual ao planejamento de qualquer semana comum de trabalho. Mas em se tratando de home office ele é ainda mais importante para que você não se perca com relação as suas atividades.

produtividade home office post blog produtivamente

Fonte: Foto de Gabriel Beaudry em Unsplash

Crie uma rotina de trabalho

Ter um planejamento está diretamente relacionado a criar uma rotina. Não pense que por estar trabalhando em casa você pode fazer tudo de qualquer jeito: acordar cada dia em um horário, deixar de trabalhar para fazer outras coisas. Mais uma vez eu repito: você só mudou o local de trabalho. A seriedade com que você encara as suas obrigações profissionais deve ser a mesma.

Manter uma postura profissional é essencial para se manter produtivo. Você deve ter bem claro em sua mente que em horário de trabalho você precisa trabalhar e não ficar arrumando a casa, assistindo séries, conversando com alguém, brincando com o cachorro. Claro que existe uma flexibilidade que te permite “abrir mão” de algumas horas ou mesmo de um dia todo de trabalho. Mas isso deve ser a exceção e não a regra.

Para ajudar, procure agir do mesmo modo que você faria se precisasse sair de casa para trabalhar. Arrume a cama, tome café, troque de roupa (por favor, não trabalhe de pijama!). Não precisa se vestir socialmente, mas vestir uma roupa mais arrumadinha ajuda a mente a entrar no mindset apropriado, a assumir uma postura de trabalho. Parece bobagem, mas eu vi na prática que isso faz diferença.

Para aproveitar ao máximo possível a flexibilidade possibilitada pelo home office planeje sua rotina aproveitando seus picos de produtividade, aqueles momentos em que você tem mais energia e disposição. Eu falei sobre isso em um post que ensina como identificar seus picos de energia. Isso é importante porque o horário em que você conseguirá render mais no seu trabalho é justamente quando está com mais energia e maior facilidade de concentração.

Esse conceito é algo que me ajuda a ser muito mais produtiva hoje do que quando eu trabalhava em um escritório no tradicional horário comercial. O meu cronotipo é lobo (se você não sabe do que eu estou falando clica no post que eu linkei no parágrafo anterior), ou seja, sou uma pessoa noturna, tenho mais energia no final da tarde e a noite. Minhas manhãs são quase inúteis em termos de disposição e foco. Por isso, escolhi trabalhar durante a tarde e a noite e deixo as manhãs para acordar um pouco mais tarde e resolver assuntos pessoais. E assim eu rendo muito mais e meu trabalho tem inclusive mais qualidade. Em alguns dias até consigo trabalhar menos do que as tradicionais 8 horas. Isso só reforça algo que eu repito sempre: produtividade não é estar ocupado, é alcançar resultados. Se eu consigo atender todas as minhas demandas e compromissos e realizar todas as minhas tarefas sem precisar acordar cedo pra isso, ou trabalhando menos do que 8 horas, por que eu não faria? Trabalho não precisa (e nem deveria) ser sacrifício.

Cuide do seu ambiente de trabalho

Outro ponto importante para manter a mentalidade adequada e ser produtivo é criar um ambiente de trabalho adequado. O ideal seria ter um cômodo só para isso, com tudo o que você usa em um dia de trabalho reunido e sem interferências externas, como o barulho de outras pessoas se locomovendo pela casa, por exemplo.

Se não for possível, tudo bem. Mas ainda assim, defina um local específico para trabalhar todos os dias. Nem que seja uma mesa e uma cadeira em um cantinho. Isso ajuda a sair da mentalidade “em casa” para a mentalidade “no trabalho”, nem que seja apenas se deslocando do quarto para a sala.

Também é importante manter o ambiente de trabalho funcional, confortável, limpo e organizado. Tenha uma cadeira confortável. Use uma boa mesa. Tenha iluminação adequada. São detalhes que, se esquecidos, acabam prejudicando o seu rendimento. Preze sempre pelo seu conforto e, claro, mantenha tudo em ordem (se quiser, tem um post aqui com dicas para manter o seu ambiente de trabalho organizado).

produtividade home office post blog produtivamente

Fonte: Foto de Emma Matthews em Unsplash

Controle suas distrações

Se em um ambiente tradicional de trabalho as distrações são muitas, em home office elas se multiplicam, bem como aumenta a facilidade com que elas surgem e a dificuldade em resistir a elas.

Por isso, tome providências para limitar ao máximo essas distrações. Cuidado com as redes sociais (use extensões de navegadores que permitem bloqueá-las se for preciso). Estabeleça horários definidos para checar os e-mails. Mantenha o celular longe ou ao menos desabilite as notificações.

Talvez a distração mais comum quando se fala em home office seja a constante interrupção por membros da família que não compreendem que, mesmo estando em casa, você está em horário de trabalho e, portanto, não deve ser perturbado. É disso que fala a próxima a dica.

Defina limites

Acredito que uma das maiores dificuldade de quem começa a praticar o home office seja orientar quem divide a casa com você sobre como isso funciona. Não é incomum as pessoas pensarem que, por você estar em casa, está disponível a qualquer momento. Elas tendem a te interromper o tempo todo para pedir coisas ou simplesmente conversar.

Nesse caso, cabe a você explicar que você está em horário de trabalho. Explique que o fato de você está em casa não quer dizer que não está ocupado. Diga a pessoa que antes de interromper para qualquer coisa pense o que ela faria se você estivesse não estivesse ali e sim trabalhando fora. Se a resposta for que não faria nada ou esperaria você chegar em casa para conversar, então ela sabe que não deve te interromper naquele momento.

No começo pode ser difícil, mas nada que uma boa conversa e o costume não resolvam. Informe qual o seu horário de trabalho e diga que nesse período você não quer ser interrompido pois está se dedicando as suas atividades profissionais. Claro que quando você faz uma pausa para tomar um café por exemplo, não há problema nenhum em uma conversa rápida. Mas deixe claro que a pausa é curta e em poucos minutos você voltará ao trabalho. Uma porta fechada ou um fone de ouvido também podem ser sinais de que você não está disponível.

notebook canetas celular

Fonte: Foto de Daniel Fazio em Unsplash

Faça pausas

Eu já falei em vários posts aqui sobre a importância de fazer pausas, pequenos intervalos de descanso entre nossas tarefas. Quando trabalhamos com home office isso não seria diferente. Inclusive, temos que tomar o cuidado de extra de não emendar horas de trabalho só porque não temos uma horário para chegar e para sair. Quando comecei a trabalhar com home office era comum trabalhar durante a tarde e até a noite de forma ininterrupta e estar tão cansada no dia seguinte que o trabalho não fluía: meu rendimento ficava muito baixo e eu tinha dificuldades para me manter concentrada.

Outra vez entra o que eu falei antes de planejamento e de criar uma rotina. É muito importante estabelecer qual será seu horário de trabalho. Quando você vai começar e, inclusive, quando vai encerrar o expediente. Eu geralmente começo a trabalhar sempre no mesmo horário mas admito que ainda tenho um pouco de de dificuldade em parar no horário estabelecido. Então, esta é uma dica que eu preciso me esforçar um pouco mais para colocar em prática.

Além de tudo isso que eu já falei, qualquer dica para melhorar sua produtividade no trabalho pode ser aplicada para home office: usar a técnica Pomodoro, trabalhar com o conceito de time boxing, aplicar o deep work, usar o método Ivy Lee.

Como eu disse: para aproveitar todos os benefícios que trabalhar em home office proporciona é fundamental encarar a ideia com a seriedade que ela requer e entender que você apenas mudou seu local de trabalho e, portanto, tem maior liberdade e flexibilidade. Afora isso, você precisa cumprir seus prazos e suas obrigações da mesma forma. Precisa entregar aos seus clientes um trabalho de qualidade e dentro do cronograma. Precisa alcançar resultados para garantir a sua renda.

Você que trabalha com home office, o que achou das dicas? Já as utiliza no seu dia a dia? Tem alguma outra dica para dar? E se você não trabalha desse forma, o que acha do assunto? Tem vontade de trabalhar assim? Vamos conversar nos comentários!

Até mais,

Juliana Sales

25 comentários sobre “Home office: como se manter produtivo

  1. Adorei Ju! Já seguia esses passos intuitivamente, aprendi com o tempo o que funcionava ou não. O mais difícil realmente é a família, principalmente quando é um comodo da casa aberto, o meu fica na sala, aí já viu né? Um dia penso em fazer outro no quarto, aí teria um canto mais privado.

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Beatriz! Que bom que gostou! Realmente, essa parte de lidar com a família é um pouco complicada mesmo. Ás vezes lidar com isso requer muito jogo de cintura mas acredito que explicando certinho e com o tempo, as pessoas te vendo ali trabalhando, elas vão se acostumando e as coisas melhoram.

      Curtido por 1 pessoa

  2. Olá!!

    Eu amei o post!
    Trabalho dessa forma já tem uns anos e realmente não tem nada do primeiro parágrafo, até pior se for pensar, pois requer muita organização e vários outros fatores.
    O pior para mim foi quanto ao espaço e aos horários, o espaço melhorou depois que reservei um cômodo só para o meu trabalho, pude separar bem melhor a vida caseira da vida profissional. Agora os horários, por trabalhar em casa, eu passava muitas vezes da hora e ficava. Hoje já melhorei bastante nesse aspecto também.

    bjs
    Fernanda

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Fernanda! Essa questão do horário de parar também é um pouco problemática pra mim. Melhorei bastante e defino sempre um horário de parar, mas admito que tem dias que nem vejo a hora passar. Quanto ao espaço, ter um cômodo só pra isso realmente ajuda muito!

      Curtir

  3. Assim como você descreveu no primeiro parágrafo, trabalhar em casa não é assim tão fácil, pois existem muitos fatores que acabam atrapalhando nosso trabalho.
    Não trabalho ainda na minha casa, mas sim na casa de uma pessoa que me contratou, somos só nós dois trabalhando, mas como o home office fica na garagem e lá também tem uma cozinha, podemos ouvir conversas das pessoas (família do meu chefe) e nos distrair facilmente.
    O lado bom é que somos organizados e isso nos ajuda à não nos distrairmos e não deixar as coisas ficarem uma bagunça!

    Adorei suas dicas e vou tentar adquiri-las e passar também para meu chefe 🙂

    Beijos
    http://invernode1996.blogspot.com.br

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Monique! As distrações em casa são mais comuns mesmo, principalmente se as demais pessoas da casa não colaboram tanto. Mas é como você disse, a organização é fundamental. Que bom que gostou das dicas, espero que sejam úteis para você e seu chefe!

      Curtir

  4. Eu adoro praticar o home office, até porque não me adéquo a rotina de ambientes fechados, aqueles escritórios antigos. Aquilo não é para mim. Nunca foi. Quando comecei na psicanalise usava um cantinho de casa para isso e foi super prático e o resultado excelente, principalmente para os ‘pacientes’.
    Quando optei pela literatura, passei a frequentar cafés, bibliotecas, espaços alternativos e foi amor a primeira vista. Hoje, me sinto super bem em uma Starbucks, mas também ocupo o espaço da casa, tudo depende do momento de trabalho, da minha temperatura.
    Não é fácil, confesso… mas é agradável. Como eu sempre digo a quem me pergunta, é uma questão de disciplina e ritmo. rs
    Adorei o post (para variar)

    bacio

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Lunna! Eu também não me adapto a esse modo tradicional de trabalhar de escritório, mas demorei para perceber isso. Na realidade, só notei quando comecei a trabalhar em casa e vi que o trabalho fluía mais e melhor. E você pontuou muito bem, é questão de disciplina e ritmo.

      Curtir

  5. Todo tipo de trabalho, seja em home office ou em ambientes tradicionais, tem seus prós e contras. O trabalho em casa é muito mais agradável, às vezes só o deslocamento com perda de tempo e estresse em engarrafamentos já é o suficiente pra resultar em menor produtividade. No conforto do lar isso não ocorre, mas é preciso de muito foco e disciplina para que as tarefas sejam cumpridas com eficiència. Mais um excelente post com dicas muito úteis, adorei!
    Ps: meu cronotipo é golfinho 🙂

    Curtido por 1 pessoa

    • É bem isso que você disse mesmo Patrícia, home office tem muitas vantagens, só requer um pouco mais de disciplina. Que bom que gostou do post! Eu tive um colega de trabalho com cronotipo golfinho, ele sofria com insônia e tinha uns picos de produtividade bem aleatórios, tipo na hora do almoço!

      Curtir

  6. Oi Ju! (olha eu toda íntima já… ahahah)
    Eu posso dizer que estou entre a galera que ainda sonha em trabalhar no home office. Confesso que só de tirar a parte do trânsito e de ver pessoas já me faria um bem danado. Eu me dou bem melhor no trabalho comigo mesma do que no ‘escritório’, por assim dizer.
    Achei bem legal esse post que você reuniu suas dicas pessoas e que viu pela net, eu mesma me imagino sentada em casa de pijama trabalhando, mas sei bem que os dias que passo de pijama são sempre os mais preguiçosos da semana, como aos domingos… eheheh A troca da roupa é realmente importante.
    E é claro que eu amei o post! Sempre saio daqui acho que, parafraseando o nome do blog, com a mente mais produtiva! ❤
    xoxo

    P.s.: Se quiser ler o livro da resenha, Tempestade do Eu, me chama no Face que mando ele pra você! E sobre os diálogos, tem o lance que comentei, mas não é um livro com muitos diálogos, a história é mais narrada. 🙂

    Curtir

    • Oi Rê! Sei bem o que você diz, eu também trabalho melhor comigo mesma do que em escritório. Eu só demorei um pouco pra perceber isso, mas agora só quero saber de home office! rs Fico feliz que tenha gostado do post e mais ainda que o objetivo do blog esteja sendo alcançado. Comentários assim me incentivam a continuar escrevendo!
      Ah, e pode chamar de Ju à vontade! E quero o livro sim, obrigada! Vou te chamar no Face depois!

      Curtir

  7. Oi Juliana, tudo bem? Adorei todas essas dicas, mas trabalhar em home office ainda não é uma realidade pra mim (triste), quem sabe um dia caso meu blog cresça? Seria um baita sonho haha. Mas, embora tenha o blog como hobby, percebi que todas essas dicas são muito importantes. Algumas até já pratico, como manter meu espaço organizado, me planejar, criar uma rotina. Comecei até a anotar um dia antes tudo o que pretendo fazer.
    Beijoos

    Curtido por 1 pessoa

  8. Oi Ju!
    Adorei este post!
    Eu não trabalho só em casa, mas também.
    O mais difícil pra mim é não me distrair. Me distraio muito fácil com emails e redes sociais!
    Procuro deixar arrumado, gosto de organização.
    A primeira coisa que faço é arrumar a cama e trocar de roupa, depois do café, por senão meu dia não começa.
    Como sempre seus posts são ótimos!
    Beijão

    Curtido por 1 pessoa

  9. Eu não trabalho home office, mas gostaria muito, sei das dificuldades e que nem tudo são flores. Trabalho tem mais de 28 anos na mesma empresa (tempão heim!!). Qdo eu fazia o horário noturno eu era feliz demais, agora faço um horário bem cedo, tenho que acordar as 5h00…odeio. Nunca me acostumei com isso, mas sou concursada nessa empresa e o salário não era dos piores e os benefícios melhor do que o normal. Mas com essa crise toda o que era melhor que a média por ai, esta encostando na média o que me faz perder mais ainda o pique de ter que acordar as 5h00, junto com as galinhas rs. Quem sabe um dia chego ao meu sonhado home office. Beijos

    Curtido por 1 pessoa

  10. Não trabalho com homme office, e nem sei se pretendo um dia, mas amei o que disse sobre tudo, pois foi bem real. A visão que a maioria das pessoas tem desse estilo de trabalho é o da “blogueira de pijama” que ganha dinheiro pra ficar fazendo quase nada no computador. Sendo que a realidade é diferente e, acredito que precisa até de mais disciplina para conseguir manter a rotina.
    Parabéns pelo post, e pelo seu trabalho aqui no blog 🙂

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s