Organize sua casa – Guia básico do método FlyLady

Esse é o primeiro post aqui no blog sobre organização da casa. Demorei um pouco para falar sobre isso por um simples motivo: eu estou bem satisfeita com a forma que eu organizo meu trabalho, minhas atividades em geral, meus projetos, minhas ideias, meu tempo. Mas admito que em termos de organização de casa, ainda tenho um longo caminho a trilhar.

Pensei então que seria uma boa oportunidade de mudar isso pesquisando e estudando  o assunto para falar sobre ele no blog. Eu costumo falar aqui de métodos que uso ou já usei, dar dicas de coisas que eu faço no dia a dia e que sei que funcionam. O post de hoje será diferente porque vou explicar sobre um método que ainda estou testando, mas que a princípio me parece muito eficiente.

Hoje vamos falar então sobre o método FlyLady. Trata-se de uma metodologia de limpeza e organização de casa, desenvolvido pela americana Marla Cilley e baseado principalmente em rotinas e em 15 minutos diários de trabalho. O FlyLady possui um site onde tudo é explicado detalhadamente e também onde é possível se cadastrar para receber orientação sobre o método e lembretes diários com tarefas, além de várias dicas.  Nesse post eu traduzi e resumi as principais informações sobre o método, então se quiserem saber mais é só dar uma olhada no site.

Lições de voo (Flying Lessons)

Lições de voo podem ser entendidas como as orientações iniciais para quem está começando no método.  A primeira recomendação é que você se inscreva no grupo de e-mail disponibilizado no site, onde é explicado que você receberá diariamente e-mails com missões diárias, depoimentos de usuários do método, dentre outros tipos de conteúdo. No site é dito que os e-mails são a “espinha dorsal” do método, mas eu tenho minhas dúvidas se é realmente necessário ou se será só mais um e-mail sobrecarregando nossas já lotadas caixas de entrada.

A primeira lição de voo de fato chama-se “deixe sua pia brilhando”. A ideia é exatamente o que parece, a sua primeira tarefa doméstica é deixar sua pia brilhando. O que me parece é que isso funciona como uma espécie de pontapé inicial, algo simples de se fazer e que te ajudará a se manter motivado. Existem outras lições de voo relacionadas a manter a mentalidade adequada, como estar sempre calçado (no sentido de se arrumar minimamente mesmo que você não vá sair de casa, é aquele ponto que quem trabalha com home office já deve ter ouvido falar: evite trabalhar de pijama) e fazer intervalos regulares (a organização/limpeza não tem que ser uma maratona, faça intervalos para descansar e até mesmo para se planejar com relação ao próximos passos).

Algumas das lições de voo mais importantes são os Baby Steps e a recomendação de destralhar 15 minutos todos os dias. A seguir falaremos sobre esses pontos.

sala tv sofa plantas

Foto de Dan Gold em Unsplash

Baby Steps 

O Baby Steps é um dos principais conceitos do FlyLady. Ele se baseia na ideia de que sua casa não ficou bagunçada da noite para o dia e também não ficará arrumada assim. Então, você deve começar fazendo pequenas coisas, um passo de cada vez.

  • Não tente fazer uma rotina completa logo no começo, crie primeiro pequenas rotinas (por exemplo, três coisas para fazer de manhã e três coisas para fazer a noite antes de dormir);
  • Consistência é o segredo. As suas rotinas devem aos poucos se tornar hábitos, ações automáticas, incorporadas naturalmente no seu dia a dia.

31 Baby Steps para iniciantes

São pequenas tarefas diárias, ou missões, que devem ser realizadas nos primeiros 31 dias de uso do método com o objetivo de obter consistência e criar novos hábitos que farão parte da nossa rotina. Para maiores detalhes sobre cada um deles é só checar o site que eu linkei no começo do post.

Os passos iniciais incluem pontos que mencionei nas lições de voo, como deixar sua pia brilhando e se arrumar mesmo que for ficar em casa.  Nesses 31 dias também são ensinados e colocados em práticas conceitos básicos do método, como:

  • Hot spots: uma área da sua casa que, se você não der atenção e não tomar providências, ela sairá do controle e ficará cada vez mais bagunçada. Pode ser, por exemplo, o famoso quartinho da bagunça, ou aquela gaveta do armário onde você guarda tudo que não sabe onde guardar e que provavelmente poderia jogar fora.
  • Rotina da manhã: aos poucos vão sendo inseridas ações que deverão se tornar hábitos, coisas a serem feitas todo dia pela manhã de forma a facilitar a sua vida.
  • Rotina da noite: semelhante a rotina da manhã, mas com ações a serem feitas todas as noites antes de ir dormir.
  • Control Journal: é o local onde você armazena todas as informações referentes a sua casa: sua rotina de manhã e da noite, as listas de limpeza, menu semanal e qualquer outra informação relevante. O método sugere o uso de um fichário, mas você pode usar um caderno comum, fazer no computador e imprimir ou mesmo usar algum aplicativo de notas. O importante é ter fácil acesso o tempo todo.

Destralhe 15 minutos por dia

Ainda dentro das lições de voo talvez esse seja o conceito mais conhecido do FlyLady, até mesmo para quem nunca ouviu falar do método. A ideia é bem simples: todo dia, pegue um timer ou cronômetro qualquer (o do celular serve) e marque 15 minutos. Dentro desses 15 minutos ande pela sua casa recolhendo tudo que é tralha, desde embalagens vazias até coisas quebradas ou utensílios que estão encostados e que você não usa mais.

A criadora do FlyLady reforça o que todo mundo que fala sobre organização sabe e eu mesma já disse aqui várias vezes: não se organiza tralha. Então, antes de arrumar e organizar sua casa você precisa destralhar. A ideia de usar 15 minutos por dia vem de encontro com o conceito dos Baby Steps: comece devagar, não queira fazer tudo de uma vez porque você provavelmente não dará conta e acabará se frustrando e desistindo de tudo.

Dentro dessa ideia o método possui algumas sugestões (ou ferramentas, como a criadora chama) para ajudar no processo. Uma das que eu achei mais interessantes é o que recomenda pegar um saco de lixo e circular pela casa recolhendo 27 itens que devem ser jogados fora. Não pare até completar os 27 itens e não olhe uma segunda vez para o que você jogou dentro do saco. Quando completar 27, feche o saco e leve direto para a lixeira. Eu já fiz duas vezes no escritório de casa depois que li sobre o método e fiquei bem satisfeita com o espaço que se abriu nas minhas gavetas e na minha estante (isso porque eu pensei que estava tudo devidamente organizado!). De forma similar, você pode pegar uma caixa e recolher 27 itens que podem ser doados.

escritorio mesa cadeira computador

Foto de Daniel Cañibano em Unsplash

Limpeza por zonas

Considerando que você já destralhou sua casa é hora de começar a limpeza e organização. O FlyLady propõe a divisão da casa em zonas, sendo que você deve dedicar uma semana do mês para cuidar, limpar e organizar cada uma delas. A ideia é fazer um pouco de cada vez, garantindo que a casa esteja sempre limpa.

O método recomenda também que você faça esse trabalho apenas 15 minutos por dia de modo que ao final da semana aquela zona esteja limpa e você passe para a próxima zona na semana seguinte.  Quem se cadastra no site para receber e-mails diários pode sincronizar sua limpeza com o calendário FlyLady e assim poderá usar as dicas e sugestões específicas para a zona da semana.

O método sugere a divisão em 5 zonas, mas eu acredito que essa divisão pode ser adaptada em função de como é a casa de cada um. As cinco zonas são:

  • Zona 1: entrada, varanda e sala de jantar.
  • Zona 2: cozinha.
  • Zona 3: banheiro principal e quarto extra.
  • Zona 4: quarto principal, banheiro e closet.
  • Zona 5: sala de estar e sal de TV.

O método FlyLady tem muita informação e é composto por muitos conceitos e muitos detalhes. Esse post ficou ainda mais longo do que imaginei, mas quis explicar os pontos principais. Se quiserem que eu fale mais sobre eles, posso fazer post explicando mais detalhadamente os conceitos, por exemplo, falando mais sobre o control journal, sobre as rotinas da manhã/noite ou sobre as listas de limpeza detalhadas para cada zona da casa. Me contem o que vocês querem saber, mandem e-mail ou deixem nos comentários.

Minha opinião inicial sobre o FlyLady: eu gostei do método porque ele traz muitas ideias práticas que me parecem muito úteis na hora de limpar a casa e mantê-la organizada. Gostei muito da proposta de dividir em zonas e a recomendação de destralhar 15 minutos todos os dias é realmente muito boa! Mas algumas coisas eu achei pouco relevantes, como a primeira lição de voo, de deixar a pia brilhante. Quanto a se inscrever no site e receber e-mails diários também tenho minhas dúvidas se é realmente necessário. Além disso a ideia de limpar diariamente por apenas 15 minutos é maravilhosa, mas me parece que isso vale mais para manutenção do que para uma casa que esteja precisando de uma boa faxina.

Enfim, essas são minhas impressões iniciais. Posso mudar de ideia a medida em que for aplicando o método e percebendo na prática como as coisas funcionam. O que acharam do FlyLady? Já conheciam? Já utilizaram essa forma de organização?

Até mais,

Juliana Sales

37 comentários sobre “Organize sua casa – Guia básico do método FlyLady

  1. Simplesmente, adorei!! Eu precisava de post como este.
    Minha casa grita por socorro. Não está uma bagunça, mas acho que tenho muita coisa desnecessária e gostaria de deixar as coisas mais práticas para o dia a dia.
    Não conhecia o método e gostei muito. Vou testar!

    beijos.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Já faço algo parecido com essa divisão por zonas: separo dias específicos pra faxinar cozinha e área, outro banheiros, outro quartos e por aí vai. É a melhor maneira mesmo, limpar tudo de uma vez é cansativo e sempre deixa a desejar. Gostei muito da sugestão de recolher 27 itens que na verdade já se tornaram tralhas, é uma boa ideia! Dedicar 15 minutos diários pra limpeza tb me interessou, vou seguir algumas dicas desse método, acho que vai me ajudar sim. Adorei o post!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Fico até maravilhada com a quantidade de métodos de organização que existem. Isso é até que muito bom para pessoas avoadas como eu, e achei bem legal a forma como esse funciona. Nunca unha ouvido falar e… a na verdade, achei que bem da para eu fazer tanto uso dele agora porque a casa não é exatamente minhas, mas dos meus pais, e minha mãe costuma ser sistemática quanto a organizar a casa!
    Seus posts, como sempre, bem completos e explicativos ❤ eu adoro!

    Curtido por 1 pessoa

  4. Oi Juliana, boa noite.
    Gente, eu juro… eu ri muito aqui.
    No começo eu fui lendo e dizendo ‘não é para mim’. Até porque eu odeio cronômetros. rs
    Mas quando chegou no ‘destralhar’… pronto, me achei. É comigo mesmo. Eu adoro fazer isso.
    Uso uma caixa e saio recolhendo coisas. Marco enlouquece comigo.
    É tão agradável esvaziar espaços, gavetas… principalmente para alguém como eu, que junta mil e um papéis. rs
    Marco junta ferramentas. Duas ou três de um mesmo modelo e fica todo irado quando eu digo: são iguais.

    bacio

    Curtido por 1 pessoa

  5. Oi Ju!
    O método parece bem interessante, mas tem várias coisas que na minha casa eu sei que não funcionam. Primeiro porque a organização e limpeza não depende apenas de mim, mas também das outras duas pessoas que moram sob o mesmo teto. A louça mesmo, é tarefa da minha irmã e eu jamais começaria deixando a pia brilhante quando tenho roupa pra lavar… ahahah
    Eu sempre tento fazer algumas coisas durante a semana, mas acaba que o grosso da limpeza mesmo, é no fim de semana. Porque, pra quem passa umas 10 ou mais horas fora de casa, como quase todas aqui, tem hora que é difícil incluir tantas coisas na rotina de durante a semana.
    Não sei, mas o método não me pareceu algo que eu conseguiria aplicar. Só o passo do destralhe de tirar 27 coisas para jogar fora ou doar, essas achei bem legal.
    Mas o post tá excelente, como sempre!
    xoxo

    Curtido por 1 pessoa

  6. Que demais!
    Termos que não conhecia e que adorei saber mais a respeito.
    Mas infelizmente algumas coisas aqui em casa não funciona, não por mim, mas pelas outras pessoas que convivem comigo e não colaboram. Acabo ficando frustrada por querer fazer tudo sozinha =/

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Clayci! Quando vivemos com outra pessoa as vezes fica mais difícil mesmo. Por aqui também é um trabalho diário, mas aos poucos as coisas se ajeitam. Entendo bem o que você escreveu 😉

      Curtir

  7. […] 3. Escolha um método de organização, se quiser. Eu acho que seguir uma metodologia é legal porque conseguimos ter ideia do que já fizemos, do que ainda precisa ser feito, de modo a não esquecer de nada. Seguir uma metodologia mantém o processo estruturado. Mas se não quiser, tudo bem. Eu já disse várias vezes que temos usar um método que nos agrade, que se adapte a nossa rotina e que facilite a vida. Não adianta usar um método que dê trabalho ou que te deixe mais irritado. Alguns dos métodos mais conhecidos são o KonMari e o FlyLady. […]

    Curtir

  8. Eu iniciei o método à duas semanas e está sendo ótimo, fiz algumas adaptações para a minha realidade no momento ,como: fico mais que 15min. na zona da semana por dia pois minha casa estava precisando, depois acho que só 15 min serão suficientes , e estou destralhando mais que 15 min tbm…..estava precisando, de resto estou seguindo a risca e para mim esta sendo ótimo

    Curtido por 1 pessoa

    • Você está no caminho certo Adriana, todo método pode e deve ser adaptado para a nossa rotina, porque só nós sabemos nossas necessidades. Que bom que o método está funcionando para você.

      Curtir

  9. Gostei bastante! Mesmo me considerando a Srta. Caos, percebo que algumas coisas já são da minha rotina, como três tarefas de manhã e três de noite e o destralhamento (não necessariamente com 27 itens, mas feito semanalmente).
    Abraços!

    Curtido por 1 pessoa

  10. Ola! To conhecendo o método hj. Mas algumas dessas atividades ja estava fazendo e elas não só facilitam como me deixam mais tranquila e relaxada. A pia limpa é descanso p eu dormir tranquila e alegria qdo acordo. O mesmo p tarefas antes de dormir, q aqui é guardar brinquedos e colocar roupas e sapatos no lugar. Facilita a vida do outro dia pq qdo durmo con a casa bagunçada e acordo vendo aquilo ja fico perdida sem saber por onde começar e o dia não rende.. chega a noite e estava tudo igual.. ainda acontece qdo não consigo fazer. Mas gostei muito e aplicar o método aqui em casa 🙂

    Curtido por 1 pessoa

    • Olá Priscila! Pelo que falou você já usa algumas coisas do método intuitivamente e isso é bom porque você já sabe na prática o que funciona aí para você. Então acho que o FlyLady vem para complementar e melhorar essas atitudes que você já tem. Obrigada por comentar!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s