Como a disciplina te ajuda a ser mais produtivo

Uma dos assuntos que eu mais gosto de falar aqui no blog é sobre técnicas de produtividade e organização. Acho incrível como existem inúmeras técnicas, com o mesmo objetivo e muitas vezes baseadas nos mesmo fundamentos, mas com formas de aplicação diferentes. Isso é legal porque eu acredito que cada pessoa tem seu jeito particular de buscar a produtividade, então quanto mais formas e métodos diferentes, maior a chance de encontrar uma fórmula que funcione para você.

Mas uma coisa que eu descobri ao longo desse tempo que eu estudo e pesquiso sobre produtividade e organização é que metodologias não são as únicas responsáveis por melhorar sua produtividade ou solucionar seus problemas de organização. Aliás, para que qualquer técnica funcione ela deve ser acompanhada de uma mudança de mentalidade. Você deve pensar de forma produtiva se você quer ser produtivo. Isso envolve alguns fatores, como o desenvolvimento de hábitos produtivos, por exemplo.

Eu sempre digo que a produtividade é o caminho, a forma como você faz as coisas para alcançar os resultados que deseja. Então, o jeito como você lida com sua rotina, com suas tarefas, sua vida cotidiana de forma geral é onde você deve usar essa mentalidade produtiva. Aqui estamos falando de evitar a procrastinação, se planejar, usar bem o seu tempo, saber manter o foco e muito mais. E tudo isso passa por um conceito chave: disciplina.

Uma das definições de disciplina é: modo de agir que demonstra constância. Muita gente confunde disciplina com rigidez, inflexibilidade. Em alguns casos pode até ser assim, mas aqui eu estou falando daquela capacidade de fazer as coisas que precisamos mesmo quando não estamos muito dispostos, de fazer aquelas tarefas chatas porque sabemos que elas fazem parte do caminho até nossos objetivos.

Aqui disciplina está diretamente relacionada com auto controle, com a capacidade que temos de nos manter focados e trabalhando mesmo quando estamos com vontade de procrastinar. A disciplina é o que nos faz continuar mesmo quando não estamos nos sentido motivados. Tem muito haver também com força de vontade.

Isso porque diversos estudos apontam que a força de vontade é como um músculo: quando é muito exigida acaba ficando esgotada mas também é possível ser aumentada se exercitarmos frequentemente. Algo que diminui a força de vontade é a tomada de decisões. Quanto mais decisões tomamos, mais nossa força de vontade é “gasta” e diminui. Pesquisas mostram que é mais provável que você sabote sua dieta, ceda a procrastinação ou tome uma decisão ruim ao fim do dia, porque sua força de vontade foi sendo usada ao longo de todo ele.

disciplina produtividade post blog produtivamente

Foto de Jessica Lewis em Unsplash

Assim, eu vejo a disciplina (ou autocontrole, ou força de vontade, chame como preferir) como um comportamento fundamental para quem quer ser realmente produtivo. Como eu falei lá no começo ela faz parte do que eu chamo de mentalidade produtiva e que é fundamental para que qualquer metodologia de produtividade seja realmente efetiva. Devemos sempre lembrar, é claro, que eu não estou falando de disciplina no sentido de controle rígido. Não somos máquinas, todos temos momentos de cansaço, desânimo e desmotivação e tudo bem parar, dar um intervalo, descansar, procrastinar um pouquinho.

A disciplina que eu falo aqui é lutar contra isso quando percebemos que é algo recorrente, que atrapalha nossas vidas, prejudica nossos planos e nos faz ter a sensação de que nossas metas são inatingíveis e que nunca conseguiremos concretizar nossos projetos. Entender nossa necessidade de pausa não é falta disciplina, é respeito por si mesmo e por seus limites. O importante é ter autoconhecimento suficiente para distinguir uma necessidade de descanso ou pausa com a preguiça, a procrastinação só porque a tarefa é chata ou difícil. É nesses últimos casos que a disciplina é necessária.

Mas como ser disciplinado? Assim como a força de vontade, a capacidade de concentração e muitos outros conceitos relacionados a produtividade, a disciplina  pode ser treinada e melhorada. E existem algumas coisas que podem ajudar.

Para começar, usando a definição de disciplina que eu citei lá em cima, disciplina tem tudo haver com constância. Então, se você tem intenção de ser disciplinado tem que entender que dever ser algo com consistência. Se você se propõe a fazer exercícios físicos por exemplo, 3 vezes por semana, não adianta ir 3 vezes na primeira semana, na segunda semana ir 2 vezes, na terceira ir 4 vezes para compensar e depois ir apenas uma já que antes você foi mais vezes do que o esperado. Se você se propôs a ir 3 vezes se esforce para ir 3 vezes, a não ser que surja algum imprevisto que não possa ser contornado.

Do mesmo modo, se você se começou  a usar alguma técnica de produtividade, não adianta usar só de vez em quando, ou usar por um mês, parar e depois voltar.  Isso também tem muito haver com criar hábitos produtivos. Por exemplo, eu sempre falo por aqui que acho o planejamento uma ferramenta indispensável para facilitar nossa rotina, nos tornando mais organizados e produtivos. Então, se você começou a planejar sua semana, você precisará de disciplina, até que isso se torne um hábito. É a disciplina que fará com que você se planeje semana após semana, até isso se tornar um comportamento habitual.

laptop fone quadro canetas

Foto de Emma Matthews em Unsplash

Ainda nesse sentido e considerando o que eu disse sobre a força de vontade diminuir conforme é usada, uma coisa que ajuda a manter a disciplina é automatizar certas ações e comportamentos sempre que possível. Um exemplo, é desenvolver uma rotina da manhã (eu até já falei por aqui sobre isso e estou devendo um post sobre a minha rotina própria rotina, que ainda pretendo fazer). Falando de forma simplificada, uma rotina da manhã é quase como um checklist de coisas que você precisa fazer ao acordar, antes do trabalho. Quando você automatiza isso, sua mente não precisa se preocupar em decidir o que precisa ser feito, porque tudo já está previamente estabelecido e, quando se torna um hábito, internalizado, tornando a execução automática. Isso melhora a sua disciplina  mesmo quando ainda não é um hábito, porque você está sendo consistente em suas ações (e estudos apontam que exercitar a disciplina em determinada área melhora a disciplina em todas as outras). E depois de se tornar um hábito também ajuda porque diminui o uso da sua força de vontade. Isso vale para qualquer rotina que você desenvolva em qualquer aspecto da sua vida.

Outro ponto a se pensar é que se você é naturalmente indisciplinado não é da noite para o dia que você vai mudar. Se você tentar fazer uma mudança radical são grandes as chances de falhar. Então busque fazer pequenas mudanças por vez. Assim, a cada pequena conquista sua motivação aumenta e você continua o processo de mudar. Um passo de cada vez, mesmo que pequeno, é melhor que não sair do lugar nunca.

Para finalizar, duas dicas práticas:

  • Eu já fiz um post onde citei três metodologias simples de produtividade. Uma delas, a “Eat the frog”, contribui muito para melhorar nossa disciplina. A ideia é fazer logo no começo do dia a sua tarefa mais chata, importante ou difícil, porque nesse momento você tem ainda bastante força de vontade. Se deixar para mais tarde, sua força de vontade mais baixa exigirá de você uma grande dose de autocontrole e disciplina para realizá-la.
  • Mude o seu ambiente de forma a dificultar que você perca a disciplina. Se você está tentando gastar menos tempo no celular, você consegue se manter mais disciplinado nesse objetivo se desligar as notificações. Se você quer ter disciplina em se alimentar de forma mais saudável, planeje suas compras de mercado antecipadamente, se programe para fazer suas refeições e evite comprar doces. Percebem? Ajuste o seu dia a dia para evitar situações que possam comprometer sua capacidade de permanecer disciplinado.

Eu admito que essa questão da disciplina é algo que eu trabalho constantemente no meu dia a dia. Em alguns aspectos ainda tenho alguma dificuldade, mas tenho observado melhoras seguindo as orientações desse post. Atualmente estou trabalhando para mudar minha alimentação, algo que já tentei antes e falhei por falta de disciplina. Mas por eu já estar há algum tempo buscando me tornar uma pessoa mais disciplinada de forma geral, agora as coisas parecem estar fluindo melhor. Quando eu perco de vista a motivação, a disciplina me mantém fazendo o que eu tenho que fazer.

E você, já pensou que a sua desorganização e falta de produtividade podem ser resultado da indisciplina? Lembrando de novo que eu não estou falando para ninguém se tornar um robô e fazer tudo de forma rígida e por obrigação e sim daquela capacidade de fazer o que deve ser feito ou mesmo o que queremos fazer mas não estamos motivados. E claro, o autocontrole é uma qualidade elogiável na vida em geral. Me contem o que vocês pensam sobre isso?

Até mais,

Juliana Sales

2 comentários sobre “Como a disciplina te ajuda a ser mais produtivo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s