Dicas para organizar o guarda roupa

Quando eu fiz aqui no blog o post sobre dicas de organização para o quarto, eu mencionei que a questão da organização do guarda roupa renderia um post a parte, porque é um capítulo da organização da casa que muita gente tem grande dificuldade.

O post de hoje, então, é um apanhado geral de dicas e tem tanto indicações de coisas que eu uso no meu guarda roupa quanto outras que eu pesquisei e aprendi e que eu não uso porque não se aplicam a mim mas podem se aplicar a você. Como tudo em organização, não tem certo ou errado. Ao ler qualquer dica, passe-a pelo seu filtro pessoal: faz sentido pra você, sua realidade, sua vida? Coloque em prática! Se não faz, passe para a próxima.

Acho legal dizer que a organização do guarda roupas é importante não só pela organização em si, mas por outros benefícios que ela traz: poupar tempo na hora de escolher o que vestir; evitar desperdício de dinheiro, seja por comprar uma peça que fica esquecida no fundo do armário e você nunca usa, seja por evitar comprar algo pra descobrir que já tem algo parecido no armário; e até proporcionar reflexões a respeito de moda, consumo e estilo pessoal.

O primeiro ponto a se levar em consideração na hora de organizar é a funcionalidade. Isso porque muita gente confunde arrumar o guarda roupas com organizar o guarda roupas. Funcionalidade tem a ver com praticidade, no sentido de facilitar na hora de encontrar as suas peças e de deixar à mão o que você mais usa. Não precisa ser bonito, tem que ser prático e se ficar visualmente agradável também, ótimo!

roupas penduradas bolsas guarda roupa

Foto de chuttersnap em Unsplash

Para começar a organizar você precisa entender o espaço que você tem e respeitá-lo. Não adianta querer guardar mais coisas do que de fato cabe no seu armário/closet. Falta de espaço é sinônimo de bagunça. A ideia inicial então é destralhar: fazer uma limpa e separar o que você realmente usa e quer manter do que não usa e pode ir embora.

Tire tudo de dentro do guarda roupas, incluindo sapatos, bolsas, acessórios, roupas de cama – tudo que estiver guardado lá – e analise cada item, dividindo tudo em 3 pilhas: doar (não usa, não serve, não gosta mais), consertar (apertar, fazer barra) e guardar (que você tem certeza que vai usar). Aqui é importante dizer que é legal, sim, tirar tudo do guarda roupa e fazer essa limpa geral. Mas você pode começar aos pouquinhos, se não tiver tempo ou não quiser fazer tudo de uma vez por qualquer motivo. Comece com uma gaveta, depois outra, uma prateleira, as peças penduradas. Eu acho que fazer tudo de uma vez é mais fácil, mas se não der, tudo bem. Melhor fazer um pouco por vez do que não fazer nada. Não use a falta de tempo como desculpa para não começar o processo.

Separadas as roupas que você vai manter, é hora de agrupá-las por categorias, que vão ser o guia na hora de guardá-las. Acredito que a categorização mais comum é mesmo por tipo de peças: calças, shorts, camisas, camisetas, casacos, jaquetas, saias, vestidos e por aí vai. Há quem goste de separar em função do uso: roupas de trabalho, de festa, de academia. Faça da forma que fizer mais sentido para você. Dá pra combinar mais de um critério também, que é como eu faço. Separo principalmente pelo tipo de peça, mas as roupas de academia e os pijamas, por exemplo, tem seu próprio cantinho.

Aqui vamos voltar ao ponto que eu mencionei lá em cima de respeitar o seu espaço. Depois de separar as peças que irá manter, mapeie o espaço que tem disponível: qual o espaço para cabides e quantos cabem? Quantas gavetas? Quantas prateleiras? Depois, tente planejar o que vai ficar em cada espaço de acordo com as categorias que separou. Pode acontecer de o espaço ainda não ser suficiente: sempre dá pra usar algum truque e dar um jeitinho (usar uma mala de viagem ou caixas organizadoras, por exemplo, e guardar em outro local), mas não é o ideal e nem o que eu recomendo. Tente manter realmente só o que cabe no espaço que você tem.

camisas camisetas gaveta

Foto de Francesco Paggiaro em pexels.com

Algumas dicas pontuais para aproveitar melhor o espaço e manter tudo organizado:

  • usar cabides do mesmo tipo e cor dão uma maior sensação de organização; se dividir o guarda roupa com outra pessoa, experimente usar uma cor diferente para cada um.
  • pendure as peças por ordem de tamanho e por cor, por exemplo: regatas, camisetas, camisas – da cor mais escura para a mais clara ou ao contrário. Eu acho a coisa mais linda abrir meu guarda roupas e ver as peças todas separadinhas por cor.
  • ao guardar as coisas em uma gaveta coloque-as de forma a poder ver tudo que está lá (em rolinhos, por exemplo). Não é legal fazer pilhas dentro da gaveta, porque as peças debaixo acabam sendo esquecidas porque não são vistas.
  • para as prateleiras não temos esse problemas da visualização, mas evite fazer pilhas muito altas porque é mais difícil pegar uma peça que está mais embaixo sem bagunçar o resto.
  • camisas, casacos, jaquetas: feche o primeiro botão ou o zíper para não deformar a peça, não amassar e evitar que fique caindo do cabide.
  • Calças jeans ficam ok nas prateleiras, mas calças sociais ou de tecidos mais finos ficam melhor penduradas, para não amassar. Evite colocar calças em gavetas porque é mais difícil organizar de modo a conseguir ver todas as peças.
  • Gavetas de lingerie, meias, lenços e outras peças pequenas podem ficar melhor organizadas usando divisórias, como colmeias organizadoras.
  • Itens pequenos e acessórios (óculos, relógios, cintos) podem ser reunidos em pequenas caixas. Não se esqueça de colocar etiquetas informando o conteúdo de cada caixa.
  • Você pode colocar nas portas do guarda roupa pequenos ganchos para pendurar cintos, colares, lenços. Mas lembre-se de não colocar muito peso para não correr o risco de estragar a porta.
  • Sempre é possível usar malas e caixas para guardar as peças menos usadas, por exemplo, os casacos de lã e moletons quando chega o verão. Faça sempre uma reorganização do armário com a mudança de estação para guardar as peças que serão menos usadas naquele momento e deixar a mão o que vai ser mais usado.
  • Para roupas de cama, você pode usar o maleiro ou outra parte do guarda roupa separada das suas roupas. Guarde os jogos de cama juntos: coloque as fronhas dobradas dentro do lençol ou dobre o lençol e coloque dentro da fronha. Cobertas mais pesadas podem ficar em malas.
  • Tenha também um local separado das roupas para colocar os sapatos. Guarde-os de forma que fiquem visíveis e facilite na hora de escolher o que usar. Se não tiver opção e tiver que colocar junto com as roupas, coloque em caixas e sempre etiquete para saber o que tem ali dentro.

toalhas guarda roupa roupa de cama

Foto por Pixabay em pexels.com

Essas são as dicas que eu reuni e a maioria delas eu uso no meu guarda roupa. Em sites de personal organizers vocês encontram dicas bem específicas, sobre tipo de dobras, gabaritos para dobrar as peças, indicação de acessórios organizadores. Aqui eu trouxe  uma visão mais geral, até porque não sou personal organizer, então quis compartilhar dicas mais básicas mesmo. Espero que seja útil para vocês.

Até mais,

Juliana Sales.

22 comentários sobre “Dicas para organizar o guarda roupa

  1. Queria que meu armário fosse enorme e espaçoso. Infelizmente nem consigo arrumar ele da forma como eu gostaria (por exemplo, da forma que você apresentou). Nessa quarentena eu só tenho jogado minhas roupas no guarda-roupa e fingindo não estar vendo a bagunça kkkkk ❤❤❤❤❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Matheus, eu sempre quis ter um armário maior também, até eu perceber que eu não precisava de um armário maior porque grande parte das coisas que eu tinha eu não usava, então elas estavam só ocupando espaço. Levei anos pra chegar a conclusão de que eu não precisava de mais espaço e sim de menos coisas. Nada extremo, não sou adepta do minimalismo nesse sentido, mas que tal fazer essa reflexão por aí?

      Curtir

  2. Eu estou na fase de jogar tudo fora, organizei meu guarda roupa semana passada e joguei metade do que tinha lá quase no lixo. Se tivesse esperado mais um pouco poderia ter usado algumas dicas que passou. Só espero não me arrepender mais tarde da limpa que fiz., até agora tudo que me livrei não está fazendo falta.

    Curtido por 1 pessoa

    • A gente sempre fica com a sensação de que vai se arrepender né Gustavo? Mas eu faço essa limpa no meu guarda roupas há vários anos já, e só me arrependi uma vez, por causa de uma bolsa! Se a gente usar o bom senso na hora de escolher o que vai ficar e o que vai embora, é difícil bater o arrependimento, porque foi tudo muito bem pensado, sabe? Pena que o post veio depois disso, mas guarde as dicas para usar na próxima limpa!

      Curtir

  3. Tenho um guarda-roupa meio grandinho, e nele guardo roupas, sapatos, lençóis e até toalhas. Cabe tudo! Eu tento manter ele organizado, mas geralmente as gavetas de roupas íntimas e as de “roupas de usar em casa” ficam meio bagunçadinhas hehe. Meu sonho é conseguir um guarda-roupa menor e uma arara para pendurar meus vestidos e casacos (tem bastante coisa pra pendurar hehe). Todo ano faço uma limpeza, tiro tudo, passo álcool e separo várias coisas para doação 🙂
    Adorei as dicas do seu post. Conheço várias pessoas que precisam dar uma lida nesse artigo hihi…

    Curtir

    • Luana, aqui a bagunça fica por conta da gaveta de meias! O resto do guarda roupa sempre está devidamente organizado, mas as meias… não sei o que acontece. Acho lindo quem usa araras, sem falar que ocupa menos espaço, mas aqui acho que não funcionaria por causa da poeira e dos pelos de gato/cachorro. Essa limpeza eu faço duas vezes por ano, quando o frio chega e quando vai embora, e sempre tiro coisas pra doação também.

      Curtir

  4. Uma das minhas maiores dificuldades em arrumar guarda-roupa é conseguir me desfazer do que já não uso mais. Sempre tenho a sensação de um dia posso querer voltar a usar, ou posso precisar, sei que é dificuldade de desapego e isso me faz acumular itens que só fazem abarrotar o espaço.
    Gostei muito das dicas do post, principalmente a dos cabides da mesma cor, vou adotar 😊

    Curtido por 1 pessoa

    • Essa sensação de que vai se arrepender de ter se desfeito de alguma coisa é bem comum Patrícia. E é todo um processo, até mental, para lidar com isso. É importante definir critérios bem claros para separar o que fica e o que vai. E também não precisa ter pressa, aos poucos se torna natural, porque vamos percebendo que realmente não precisávamos daquelas coisas.

      Curtir

  5. Aqui em casa abri mão de ter um guarda roupa e optei por uma arara para os cabides, e embaixo dela três prateleiras:uma prateleira comprida onde acomodo minhas malas de viagem (e dentro delas as roupas de cama/de lã e toalhas de banho) e uma pequena prateleira onde coloco peças dobradas e potes (adoro reutilizar coisas então não comprei caixas organizadoras e sim usei potes vazios de açaí bem grandes- Aqueles de 7,5l – pra acondicionar calcinhas, meias e sutiãs sem bojo). Não costumo separar as roupas por cor pq acho mais fácil enxergar quando não preciso ficar procurando a camiseta preta tal no meio de outras tantas roupas escuras. Mantenho sempre duas sacolas pequenas dessas de praia penduradas na arara também, uma pra colocar as peças a serem doadas e outra pra colocar as peças que precisam de reparo. Sapatos ficam em outra prateleira comprida abaixo da que tem as malas (são poucos- Eu e minha mãe temos juntas no máximo uns 10 pares entre tênis e sapatos). Bolsas ficam atrás da porta do quarto (tenho apenas 3, não curto muito e só uso quando não posso ir de mochila).

    Curtido por 1 pessoa

    • Adorei o jeito que você organiza as coisas por aí Darlene, cada coisa tem seu lugar certinho, e essa é a definição mais básica de identificação. Também costumo reaproveitar potes e embalagens para guardar algumas coisas, mas só miudezas, acho que nunca vi esses posts maiores que você falou, seriam bem úteis pra mim.

      Curtido por 1 pessoa

      • Esses grandes eu comprava no Assaí Atacadista, eu e minha mãe amamos açaí e quando está em época de verão a gente compra o pote grande e é basicamente o único doce que comemos no verão hehe

        Abraços

        Curtido por 1 pessoa

  6. Juliana, boa noite minha cara.
    Nunca entendi esse negócio de bagunça em armário ou guarda-roupa.
    Dito isso, tenho gavetas de lingeries e cuecas, meias e camisetas em rolo.
    Cabides para calças, agasalhos e polos. Uma caixa de bermudas, shorts. Outra caixa para lençol e fronhas. Um saco plástico para cobertas e travesseiros. Não guardo sapatos onde deixo roupas de maneira alguma. Tenho nojo. Sapato vai por aí, fica na lavanderia e não há quem me faça mudar de lugar. Há prateleiras para eles ficarem em ambiente aberto. Na quarentena só uso um calçado todos os dias e não sai do capacho há meses. Lavo a palmilha e os cordões. só.
    Já te disse que tenho TOC? rs
    Nem vou comentar a respeito do meu armário da cozinha… já que não o mencionou. Mas posso dizer que o TOC passou por lá também. rs

    bacio

    Curtido por 1 pessoa

    • Você é a exceção Lunna, a maioria das pessoas sequer tem noção de todas as peças que tem no guarda roupa e cai naquele problema de muita coisa e pouco espaço. Daí caímos em uma discussão sobre a necessidade de consumo que vai longe. Gostei da forma como você organiza as coisas por aí, tudo tem um lugar certo para estar.

      Curtir

  7. Por aqui o guarda roupa é super organizado!!! Pavor de ver roupa fora do lugar ou na gaveta errrada, já que temos gaveta para shorts, outra para calça, geralmente as camisetas, camisas e roupas que amassam com mais facilidade ficam no cabide, pois, me recuso passar roupa na hora de sair…Já os sapatos ficam organizados no armário do banheiro, devidamente higienizados…
    Abraços

    Curtido por 1 pessoa

    • Também não gosto de guarda roupa bagunçado Ale. Amo abrir o meu e ver tudo no lugar. Por aqui aboli essa coisa de passar roupa faz tempo, então esse cuidado de deixar tudo arrumadinho também é importante por isso.

      Curtir

  8. Guarda roupa é um caso sério para mim hahaha. E olha que mesmo já seguindo algumas das dicas dadas, ainda não encontrei onde erro. Ou melhor, acho que sei sim, rs.
    Já fiz isso de dar uma geral e foi o que me ajudou muito, pois tirei muitas peças que estavam lá paradas, sem uso. E olha que nem tenho tanto assim, não sou pessoa que compra a cada estação kkkk. O problema é que por muitas vezes acabo guardando outros itens que poderiam estar em outro lugar, preciso mudar isso.
    E uso também a categorização para minha organização. Outra coisa, já tentei essa de usar rolinhos, mas não consegui me adaptar. Uma pena.

    bjs

    Curtido por 1 pessoa

    • Fê, se você identificou o problema, já é meio caminho andado! Quanto aos rolinhos, as vezes a gente não se adapta mesmo ou simplesmente não gosta. O legal é perceber isso, que não precisa fazer só porque é recomendado, porque se não funciona pra você, não adianta.

      Curtir

  9. Olá! Adorei o post!!!
    Se pudesse passar no meu blog (sou nova aqui e não tenho muito engajamento) eu agradecia do fundo do coração 🦋

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s