Sobre reavaliar suas metas e projetos

Acho que eu já comentei por aqui uma ou duas vezes que eu gosto de preparar os posts do blog com antecedência. Sempre tiro um dia ou dois para pesquisar e escrever alguns posts sobre os assuntos que eu quero tratar. Deixo tudo praticamente pronto, de forma que na semana que eu planejei para o post ir ao ar, eu só gasto alguns minutos fazendo uma última revisão e programando. Quando eu contei isso, eu também disse que ocasionalmente acontece de eu deixar esse planejamento de lado, para abordar um assunto que eu ache mais conveniente no momento, por qualquer motivo. E esse é o caso do post de hoje.

Nesse post eu quero contar uma experiência pessoal sobre revisão de projetos, reorganização e redefinição de metas. Isso porque de um tempo pra cá vêm acontecendo algumas coisas (incluindo o isolamento social) que foram se acumulando até chegar em um ponto que eu senti uma necessidade inevitável de reavaliar meus projetos.

Em vários posts aqui no blog eu já contei como funciona minha definição de metas. Resumidamente: eu divido minha vida em várias áreas (por exemplo, finanças, estudos, carreira, relacionamentos e por aí vai) e traço metas para cada área, metas que indicam como eu gostaria que aquela área estivesse. Então, faço todo processo para escrever essas metas sob a forma de objetivos concretos (metodologia SMART) para depois transformá-las em projetos concretos, com ações diárias a serem realizadas para concluir o projeto e consequentemente alcançar a meta.

Claro que eu não me dedico a todas as metas de todas as áreas ao mesmo tempo. Já mantive projetos ativos em até seis áreas, depois reduzi para três, porque eram muitos projetos em andamento simultaneamente e por consequência nenhum deles estava evoluindo como eu desejava. Daí percebe-se a importância das revisões frequentes porque é na revisão que você avalia como estão seus projetos, podendo fazer um tipo de “rodízio”, alternando entre as áreas/projetos aos quais você está se dedicando.

reavaliar metas e projetos post blog produtivamente

Foto de picjumbo.com em pexels.com

Pois bem. Tudo isso é pra contar que todas essas situações que eu mencionei me levaram a tomar uma decisão semana passada. Pausar a maior parte dos meus projetos e manter apenas 4 deles em andamento. Não são projetos de uma única área, mas todos eles estão correlacionados e contribuem para um objetivo maior, que seria de longo prazo, mas acabei tendo a necessidade de diminuir esse “longo prazo”. Me perdoem falar de forma vaga assim, mas realmente é algo bem pessoal, e o que eu quero com o post é mostrar que mesmo uma pessoa organizada e produtiva às vezes entra em parafuso e não consegue fazer as coisas acontecerem como gostaria.

Na semana passada, então, eu tomei uma decisão. Fiz uma grande revisão de todos os meus projetos atuais, os em andamento, os que estavam pausados e os que eu tinha intenção de começar em breve e resolvi deixar todos em espera, focando apenas nos 4 que eu mencionei antes. São projetos grandes, que demandam várias ações e que eu agora quero que se concretizem tão rápido quanto possível. Eles já estavam em andamento, em paralelo com vários outros. Entretanto, para fazer com que eles progridam mais rápido, eu preciso direcionar mais tempo e energia a eles, direcionando meu foco.

Percebam que essa decisão só foi possível porque eu tenho absolutamente claras quais são as minhas metas e tenho também muito bem organizados os projetos relacionados a elas. Assim, consigo optar por fazer essa pausa com certa tranquilidade, pois essa clareza e essa organização me permitem perceber por quanto tempo posso deixar um projeto em “stand by” sem maiores prejuízos, bem como garante que o projeto não seja esquecido e que a retomada seja mais fácil porque sei exatamente onde parei.

E o conceito mais fundamental que guiou essa minha decisão: prioridades. Saber perceber, em meio a todas as coisas que eu quero fazer, o que é mais importante agora. E aqui prioridade tem muito a ver com propósito e até com autoconhecimento. Aquilo que ressoa mais intensamente em você, que trará maior impacto na sua vida, é sua prioridade.

maos sobre uma mesa caneca de cafe caderno lapis notebook

Foto de bongkarn thanyakij em pexels.com

O fato de ter um sistema de organização todo estruturado também ajuda muito a fazer essa reorganização de projetos. Considerando que eu já tenho uma rotina estabelecida e já tenho uma forma definida de organizar minhas tarefas e planejar minha semana, fiz apenas algumas pequenas mudanças para organizar as ações desses projetos ativos no meu dia a dia, em conjunto com as demais tarefas que eu tenho e que não são ligadas a nenhum projeto. Importante lembrar que meu horários de sono e descanso não foram alterados. Sempre disse aqui e repito porque é algo que realmente vivo no meu dia a dia: jamais abro mão dos meu tempo de sono/descanso. Por outro lado, ao menos agora no começo, devo dar uma reduzida no tempo gasto com hobbies. Não é algo que goste de fazer, mas sei que é temporário, então tudo bem. Produtividade também é sobre escolhas conscientes.

Esse post fugiu um pouco do padrão dos textos do blog, mas quis compartilhar esse momento porque acho importante mostrar esses conceitos de organização e produtividade de forma mais real. Ser organizado e produtivo não te dá uma vida perfeita, mas com certeza te dá meios para mudar as coisas de forma mais tranquila e cuidadosa. E, admito, foi quase um post desabafo também, porque não foi uma decisão fácil de tomar. Quem sabe, de alguma forma, pode ajudar alguém por aí.

Até mais,

Juliana Sales

19 comentários sobre “Sobre reavaliar suas metas e projetos

  1. Essa semana eu revisei meus projetos e vi, por exemplo, que não sirvo para participar de maratonas de leituras conjuntas. Essa é a terceira vez que não irei conseguir cumprir com o prazo, por mais que estou me dedicando. Ela também me fez sacrificar demais meu tempo, deixando outras atividades de lado, além de tornar minhas leituras algo sem prazer, estava lendo por obrigação. Então, esse tipo de projeto está riscado da minha vida para sempre. Quero ter mais tempo para lazer comigo, o que parece estar cada vez mais escasso e isso não faz bem.

    Curtido por 2 pessoas

    • Seu comentário mostra o quanto a revisão é importante, Gustavo. É só na revisão que conseguimos avaliar nossos projetos, para ver se estão fluindo como queremos e, por que não, abandonar aqueles que deixaram de fazer sentido.

      Curtir

  2. Tenho passado por esses momentos, talvez seja acaso da quarentena. No meu caso, o questionamento é sobre estudo: Faço um curso de técnico de música, ocorre que apesar de amar música, não me vejo trabalhando com música erudita (que é o foco do técnico), não é o meu estilo – Sou mais popular, reggae, rap, rock (eclética? sim). E de repente eu percebi que música popular é algo que eu amo, mas não tenho aquele talento, na verdade, mesmo na erudita que estudo há cinco anos, tenho dificuldades – E isso me coloca numa situação de questionar: Vale a pena percorrer três cidades diferentes num só dia para perseguir algo que simplesmente parece não ser meu? Eu não poderia direcionar este tempo livre para uma aula de dança que uniria um hobby + atividade física necessária, na minha própria cidade ou na cidade onde trabalho, e ainda ter mais tempo livre? Não deveria pensar em realizar cursos on line (ou ao menos não diários) sobre escrita, já que aparentemente essa é uma área mais forte na minha vida? São tantas dúvidas, principalmente por se tratar de um sonho que sigo desde os tempos de faculdade… Enfim, é difícil rever metas, muito difícil.

    Abraços

    Curtido por 1 pessoa

    • Concordo muito Darlene, rever metas é bem difícil. Aliás, não propriamente rever, mas tomar decisões a partir das coisas que observamos com a revisão. No meu caso, eu não passei por nenhuma decisão como a sua, de ter que reavaliar e decidir sobre um sonho de anos… eu simplesmente adiei coisas que, por mais que eu gostasse, estavam gastando tempo e energia que eu deveria direcionar para outras coisas. Se não foi uma decisão fácil para mim, imagino para você… boa sorte com o que decidir, espero que fique bem qualquer que seja sua escolha.

      Curtir

  3. Acho que a pandemia fez surgir a necessidade de se destacar as prioridades e de se ir reavaliando os projetos futuros de uma forma mais realística. Às vezes é difícil tomar algumas decisões e deixar algo de lado (pelo menos momentaneamente), mas temos que pensar primeiro em nós, fazer o que é preciso sem ficar sobrecarregados com coisas que não são tão urgentes. Também tenho passado pela mesma situação.

    Curtido por 1 pessoa

    • Concordo Patrícia, acho que o isolamento e a pandemia contribuíram muito para essa reavaliação geral das coisas. No meu caso, percebo que existem alguns outros fatores envolvidos, mas talvez a atual situação tenha sim sido a gota d’água. E sim, eu sou uma pessoa com certa dificuldades para tomar decisões, e essas revisões ajudam a trabalhar com isso. Mas é um consolo ouvir mais pessoas contando que passam pelo mesmo.

      Curtir

  4. Organizar, planejar e revisar, são coisas que começaram a ter uma grande importância para mim esse ano, durante a pandemia! E vi o quanto é compensador e prático, você acordar, pegar o planner e saber o que vai acontecer, lógico, que imprevistos acontecem e como você falou as vezes sentimos necessidade de falar de outras coisas não planejadas, e tudo bem também…
    Acho esse espaço fantástico e ele me ajudou bastante a começar a planejar…
    O importante é você estar bem, e não se cobre tanto…
    Abraços

    Curtido por 1 pessoa

    • A pandemia ressaltou muito esses aspectos, né? Fico feliz em saber que o que eu compartilho por aqui te ajudou! Quanto a me cobrar, tenho trabalhado nisso dia após dia, é de fato uma desconstrução porque sempre me cobrei muito. Mas ficarei bem sim, obrigada!

      Curtir

  5. Também gosto de me organizar para preparar o que pretendo postar, escrever, produzir ao meu público-leitor. É importante termos em mente e aceitarmos que imprevistos acontecem e, muitas das vezes, esse pode ser um dos motivos a se reavaliar propostas. Gosto disso. Acho importante aí nosso crescimento profissional. Faz parte essencialmente do trabalho de organização para que o que intendemos a fazer tenha sucesso. Bjs

    Curtido por 1 pessoa

  6. “O fato de ter um sistema de organização todo estruturado também ajuda muito a fazer essa reorganização de projetos.”, isso é verdade. Eu amo colecionar cadernos, pois gosto de utilizá-los pra organização. Acho que chega a ser um hobbie meu ❤❤❤❤❤

    Curtido por 1 pessoa

  7. Eu sou uma grande apoiadora de dar um passo para trás para conseguir seguir em frente, principalmente porque sou uma pessoa com 1001 projetos e todos se misturam com meus entretenimentos favoritos… Se a gente não tiver um momento pra sentar, estudar e rever o que nos faz sentido, ainda mais sempre tendo a possibilidade de mudar de opinião, às vezes nos desgastamos com algo que não tem nem como continuar… É difícil rever as coisas, avaliação pessoal é algo trabalhoso, mas vale a pena!

    Curtido por 1 pessoa

    • Também sou dessas, de ter vários projetos, me interessar por diversas coisas. Já há algum tempo venho organizando isso melhor, para não dispersar tempo e energia, mas agora tive que ser ainda mais rigorosa com isso. E sim, essa avaliação é bem difícil, mas já tenho visto que as coisas estão fluindo melhor, então com certeza vale a pena.

      Curtir

  8. Oi Juliana! Esse ano está me fazendo repensar todos os meus projetos, aqueles que eu gostaria que se cumprissem esse ano tiveram que ser adiados para o ano que vem, com isso, estou traçando novos projetos para minha vida que eu possa realizar por partes. Uma coisa que percebi com a pandemia é que eu não consigo participar de varias Leituras Conjuntas e sempre perco o foco quando tenho quer participar de grupos de Leitura por Whatss porque fico sem foco, entende? Parece que o grupo cria uma competição interna para ver quem consegue ler mais rápido e cumprir a meta primeiro, antes não me incomodava em nada mas, agora que estou em casa fico a sensação de estar sempre atrasada.

    Curtido por 1 pessoa

    • É Viviane, essa situação pandemia+quarentena causou mesmo em muita gente essa necessidade de revisão. E é bom, porque só assim conseguimos ter clareza sobre o que vale nosso esforço e o que é desperdícios de energia e não nos faz bem. Gosto de ver que outras pessoas também tem levantado essas questões.

      Curtir

  9. Ah, minha cara… por onde começar?
    Meus projetos caducaram nesse 2020 e eu não precisei rever, pelo contrário, precisei me readaptar e foi uma boa coisa porque eu sempre tive resistência ao virtual. Minha vida sempre se pautou por presenças e ausências, por caminhadas despreocupadas. Sou uma escritora que ama a realidade da qual se alimenta para criar. Minha maior dificuldade foi essa… estar trancada do lado de dentro (literalmente) não ficou impossível escrever, mas complicou tudo. Os textos no começo foram imprestáveis… deprimentes e eu optei por deixar para lá. Joguei fora e ponto final. Passei dias sem nada fazer, andando de meias pela casa. Fui ler e me diverti com leituras antigas, de ontem… revirei baús e fiz pão, bolos. Inventei coisas e de repente percebi que podia substituir o andar pelo brincar com ingredientes e sairam textos mais leves.
    Não revisei nada… posterguei tudo. Priorizei o meu tempo, mas acho que é válido reavaliar tudo e como o virtual me acolhei de uma maneira inesperada… acho que vou conjugar o verbo.
    Sempre muito bom ler-te… gosto de a cada linha do seu texto, traçar um paralelo com a minha realidade. Esse texto eu já li umas três vezes porque o assunto me colocou no canto para pensar.

    Grazie, acho que já lhe disse o quanto ler-te me fez compreender meus movimentos por aqui.

    Curtido por 1 pessoa

    • Essa readaptação também aconteceu por aqui, Lunna, mas lá no começo da quarentena. Essa revisão de agora foi mais pesada, uma mudança de prioridades mesmo que, pensando bem, acho até que aconteceria mesmo se a pandemia. Fico bem feliz em saber que gosta do que eu escrevo e que te proporciona essas reflexões.

      Curtir

  10. Sou muito parecida com você, as vezes tenho mil ideias (inclusive se conhecer uma empresa que paga por ideias sou uma forte candidata), o que falta é tempo e as vezes acho que não me dedico suficiente para algumas áreas da minha vida.
    Extremamente necessário dar um passo para trás e reavaliar onde estamos e o que queremos.
    https://cinthyaraujo.com/

    Curtido por 1 pessoa

    • Ah Cinthya, se existisse isso de ser paga por ideias, eu já estaria lá! O problema desse “excesso” de ideias é que a gente pode acabar dispersando nossa energia e acaba não saindo do lugar em lado nenhum. Por isso acho importante essa revisão e essa consciência de que não dá pra fazer tudo ao mesmo tempo.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s