Conceitos Básicos: Produtividade

Como eu contei em um post do mês passado, teremos aqui no blog uma série para falar sobre os conceitos básicos relacionados ao universo da organização e da produtividade. Essa série de posts tem o objetivo tanto de apresentar o conhecimento fundamental para quem está começando a se interessar pelo assunto quanto de proporcionar reflexões e talvez trazer novas ideias para quem já conhece bem o assunto.

E vamos começar pelo conceito mais essencial, que foi a inspiração para o nome do blog e para a maior parte do conteúdo que eu compartilho aqui: produtividade. Por definição, segundo o dicionário Michaelis, encontramos 3 definições gerais para a palavra produtividade:

  1. qualidade ou condição do que é produtivo;
  2. potencial para produzir;
  3. quantidade produzida de determinado item.

Eu sempre achei algumas definições de dicionário meio óbvias e às vezes poucos úteis. Se produtividade é uma qualidade do que é produtivo, é preciso saber também o significado da palavra “produtivo” para conseguir compreender o significado de produtividade. Então, ainda de acordo com o dicionário, o que é produtivo?

  1. relativo a produção;
  2. que produz, frutífero, producente;
  3. de grande fertilidade, fecundo;
  4. que traz proveito ou que rende, rentável.
mesa com computador e notebook caderno e canetaFoto de Grovemade em Unsplash

Assim sendo, podemos compreender produtividade como sendo a qualidade de quem produz. Essencialmente correto, mas um pouco vago: produz o quê? De que forma? Talvez para entender melhor esse significado, possamos recorrer à história. Vamos nos lembrar da Revolução Industrial, onde aconteceu a transição dos métodos de produção artesanais para os manufaturados, onde as fábricas e indústrias se desenvolveram graças ao uso de máquinas e o surgimento das linhas de produção.

Desse contexto histórico surge a definição de produtividade que ainda é predominantemente aceita pelo senso comum nos dias de hoje. É a ideia de que  produtividade é a relação entre os recursos usados para se produzir alguma coisa e a quantidade produzida. Ou, indo mais além, nesse sentido a busca pela produtividade é a busca por fazer cada vez mais (produtos) utilizando o mínimo possível de recursos (meios de produção = matéria prima, maquinário, pessoas, tempo).

Quando se começou a falar de produtividade pessoal, esse conceito aplicado a produtividade industrial foi exportado para o nosso dia a dia e uma pessoa produtiva passou a ser aquela que produzia muito. A partir daqui, várias ressalvas precisam ser feitas. A primeira, e mais óbvia, é que não somos máquinas, não produzimos 24 horas por dia, precisamos de descanso, boa alimentação e boas condições de vida em geral. Então, é absurdo entender produtividade pessoal da mesma forma que entendemos produtividade em uma indústria.

A próxima ressalva é sobre a expressão “produzir muito” ou “produzir mais”. Caímos aqui naquela frase batida de que estar ocupado não é o mesmo que ser produtivo. Adianta “produzir muito” se o que você produz não é relevante? Ou não tem qualidade? Qual é a utilidade de produzir muito, de fazer muitas coisas, se essas coisas não te trazem resultados, não te aproximam das suas metas, não te dão satisfação?

Vamos entrar agora em uma discussão que pode ser um pouco polêmica. Partindo do princípio que produtividade não é simplesmente produzir mais e sim produzir com significado. Então se você define uma meta e passa 24 horas por dia focado nessa meta, buscando resultados, dedicando todo o tempo possível a obter o sucesso, então quer dizer que você está sendo produtivo? Depende. Isso porque, apesar das definições formais dos dicionários e do contexto histórico que eu trouxe, o entendimento do que é produtividade tem um lado pessoal.

conceitos basicos produtividade post blog produtivamenteFoto de Paico Oficial em Unsplash

Tem um post antigo aqui no blog onde eu falo um pouco sobre a relação entre produtividade e alta performance. Nesse post eu levantei a reflexão de que não necessariamente esses dois termos estão relacionados. Podem estar se você quiser que estejam, mas não precisa ser assim. Pra mim não é.

Pra mim, pessoalmente, não faz sentido essa cultura da alta performance, de buscar o sucesso a qualquer custo, sacrificando lazer, descanso, família, amigos e até saúde. Não é isso que eu quero na minha vida e não é esse conceito de produtividade que eu quero compartilhar. Com isso não estou dizendo que é errado, as ferramentas e métodos que eu compartilho por aqui podem também ser usadas se você quiser trabalhar de forma eficiente e gerenciar melhor seu tempo para trabalhar mais. 

Mas o que busco, e a ideia que eu quero compartilhar, é sim trabalhar e fazer suas obrigações de forma eficiente. Mas não para fazer mais tarefas e sim para conseguir abrigar no seu dia a dia todas as outras coisas que fazem parte da vida. Isso é apenas uma parte do meu conceito de produtividade. Ele se trata, em essência, de buscar resultados. Mas buscar resultados de forma leve, sem se sobrecarregar. De gerenciar bem o tempo, não para trabalhar mais, mas para fazer todas as outras coisas que eu quero fazer. São duas palavras muito presentes quando eu penso em o que é produtividade pra mim: resultados e equilíbrio.

Claro que falar é mais fácil do que fazer. É isso que eu busco, mas nem sempre é assim. Às vezes meus resultados não vêm, às vezes eu procrastino, às vezes meus hobbies ficam de lado porque acabo trabalhando mais de 8 horas por dia. Mas o que eu tento é fazer com que isso seja a exceção, não a regra.  

Eu falei sobre várias formas de definir produtividade e para terminar vou deixar aqui a minha própria definição, que eu compartilhei em um post de 2019 e que vou repetir porque é como eu penso ainda hoje: “produtividade é conseguir gerenciar minha vida de forma a fazer minhas obrigações, minhas tarefas e ainda conseguir me dedicar a projetos pessoais e ter tempo de lazer, de autocuidado e com as pessoas que eu amo”.

Até mais,

Juliana Sales

 

6 comentários sobre “Conceitos Básicos: Produtividade

  1. Sempre que penso em produtividade em termos artísticos, lembro de Dorival Caymmi, um dos nomes mais icônicos da cultura brasileira. Ele está na base da formação de nosso cancioneiro. Conhecido por não ter composto muitas canções – menos de cinquenta, talvez – o fato é que fizeram com que catapultasse Carmen Miranda ao estrelato mundial. A cantora e atriz brasileira foi, em determinada época, a artista mais bem paga de Hollywood. Conhecido por seu jeito bonachão, de voz grave e profunda, que se apresentava junto ao violão plangente, Caymmi compôs obras como Saudade da Bahia, Samba da minha Terra, Doralice, Marina, Modinha para Gabriela, Maracangalha, Saudade de Itapuã, O Dengo que a Nega Tem, A Lenda do Abaeté e Rosa Morena – sucessos absolutos que há 100 anos são entoados. É o caso de altíssima produtividade com pouca produção, ao meu ver. Viveu muito e bem, até os 94 anos, trabalhando relativamente pouco e com prazer.

    Curtir

  2. Menina ultimamente estou tão cansada mentalmente que a produtividade esta zero. Fazendo tudo no automático e embora esteja alcançando as metas previstas não me sinto nem um pouco produtiva. Estou exausta…

    Curtido por 1 pessoa

  3. O sentimento de produtividade é algo muito pessoal né? Ultimamente, eu estou fazendo o que dá para fazer com as minhas próprios limites….

    Curtido por 1 pessoa

  4. Essa coisa da alta performance, do “trabalhe enquanto eles dormem”, eu também acho uma péssima pedida… Enquanto ia lendo seu post fiquei pensando no que seria produtividade pra mim, se seria produzir com qualidade, com eficiência, com o que, mas você veio com uma palavra que define a coisa, de fato: produzir com SIGNIFICADO, e significado pessoal, né?

    Por aqui meu “significado” tem mudado constantemente… Desde que a pandemia começou basicamente depende do dia, tem dias que a qualidade é tudo o que me interesse e me jogo nelas, em outros só quero não surtar. Tempos atípicos, produtividade atípica…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s