E quando suas metas e suas atividades diárias não estão alinhadas?

Eu falo bastante sobre metas por aqui, afinal de contas – no meu entendimento – uma vida produtiva, dentre outras coisas, é também aquela onde você alcança suas metas. Porque produtividade é em boa parte sobre resultados e a busca da produtividade apenas para fazer mais coisas me parece um pouco sem sentido se essas coisas não te levam para lugar nenhum.

Como eu já disse uma vez, todo mundo tem metas. Em um sentido mais amplo, todo mundo tem coisas que deseja ter, ser ou fazer. Esses desejos, esses sonhos, são o ponto de partida para a criação de nossas metas. E existem algumas coisas que nos ajudam a realizar metas. Por exemplo, traçá-las de uma forma específica, conforme recomendado pela metodologia SMART que, em sua essência, mostra como transformar metas abstratas em objetivos concretos.

Outra coisa que ajuda é trazer nossas metas para a realidade, no sentido de traduzi-las em projetos, compostos por ações a serem realizadas no nosso dia a dia. Eu falo mais sobre isso no post linkado ali, mas trata-se de uma fórmula simples, o que não quer dizer que seja fácil de colocar em prática. A ideia é criar um projeto com etapas, cronogramas e todo o planejamento necessário para permitir a realização de um passo a passo para chegar ao resultado final representado por sua meta/objetivo.

Continuar lendo

Como lidar com imprevistos de forma tranquila

Hoje vamos falar de uma das reclamações mais comuns de quem tenta se organizar, organizar suas tarefas e seu dia a dia: os imprevistos. Imprevistos fazem parte da vida e todos sabemos e isso deveria ajudar a não sermos pegos de surpresa por eles, mas é claro que não é isso que acontece. Já li comentários e ouvi muita gente dizendo que não adianta nada se planejar ou tentar criar uma rotina porque os imprevistos aparecem e põe tudo por água abaixo. Mas na verdade as coisas não são bem assim e esse post é um pouco sobre isso, sobre como lidar com os imprevistos e se livrar da impressão de que eles roubam todo o nosso tempo e estragam todos os nossos planos.

A primeira coisa – que apesar de óbvia precisa ser dita – é aceitar que imprevistos vão sim acontecer e não há planejamento no mundo que possa evitá-los totalmente. Até porque o planejamento nunca teve essa função e se você pensa que sim, aí pode estar o problema. Imprevistos são inevitáveis, não dá pra saber como e quando eles acontecerão e quais serão. O que nos cabe é entender isso e aprender a lidar da melhor forma.

Além disso, imprevistos podem ou não ser influenciados por nossas ações e decisões. Por exemplo: acabou a energia elétrica ou aconteceu um problema com a internet e você não pode trabalhar. Ou então houve um acidente de trânsito que provou um engarrafamento que vai te causar um atraso. Nessas situações não há nada que possa ser feito. Não há nenhum tipo de ação que você possa fazer para lidar com isso. Ok, você até pode largar o seu carro no engarrafamento e tentar usar o transporte público ou procurar um lugar com energia elétrica/internet disponível onde você possa utilizar seu computador. Mas essas são muitas vezes não representam uma solução real, já que o tempo já foi perdido e atrasos inevitavelmente acontecerão.

Continuar lendo

Minhas ferramentas de organização para 2021

No começo do ano passado eu fiz um post compartilhando quais ferramentas eu iria usar para me organizar em 2020. Achei uma boa ideia fazer esse ano de novo, apesar de existirem poucas mudanças do ano passado pra cá. Mas como de vez em quando aparece alguém perguntando, fica aqui a versão mais atualizada do que eu uso.

Como eu já expliquei no post de 2020, às vezes eu mudo as ferramentas, seja porque algo na minha rotina mudou, porque a minha forma de pensar as coisas está diferente ou só pra testar uma ferramenta nova mesmo. E apesar de ao longo do ano passado ter testado alguns aplicativos, eu acabei voltando para as ferramentas que são as bases do meu sistema.

A principal diferença, que eu já tinha adiantado em um dos últimos posts do ano passado, é que eu voltei ao usar bullet journal, depois de um ano usando planner. No post de 2020 eu contei que tinha optado pelo planner por conta da praticidade de não ter que ficar criando os layouts, apesar de amar o bullet journal.

Continuar lendo

O que fazer quando você está sobrecarregado pelo excesso de tarefas

Eu digo sempre que estar ocupado não é o mesmo que ser produtivo. Por mais que eu sempre reforce por aqui que cada um deve ter seu próprio conceito de o que é produtividade e deve buscar ser mais produtivo de acordo com esse conceito, acho que todo mundo concorda que apenas fazer tarefas uma atrás da outra, sem como nem por que, está bem longe de ser algo produtivo.

Se você associa produtividade à alta performance pode até considerar que um dia foi produtivo quando você conseguiu concluir um grande número de tarefas. Mas tais tarefas, ou a maioria delas, está necessariamente ligada a um objetivo maior, a um propósito, já que ninguém busca a alta performance sem uma meta definida. Então, se você está caminhando na direção dos seus resultados você está sendo produtivo, mesmo que essa rotina de descansar pouco e trabalhar muito não faça parte do meu conceito pessoal de produtividade.

O meu conceito busca atingir objetivos de forma equilibrada, sem excessos e sem abrir mão de descanso e lazer. Mas qualquer que seja a forma como você enxerga a produtividade, de forma geral pode-se dizer que essa forma apenas determina o caminho para se atingir um mesmo fim, que é o de obter os resultados desejados, concretizando seus objetivos.

Continuar lendo

Como criar uma rotina (e porque ela não precisa ser uma coisa chata)

Rotina: eu amo, mas sei que muita gente odeia. E longe de mim querer impor minha opinião, mas a impressão que eu tenho é que a rejeição à rotina vem de uma certa confusão com o seu real significado. Muita gente associa rotina a algo inflexível, extremamente controlado, repetitivo e chato. E rotina não é isso.

Na realidade, ter um rotina te permite lidar com tranquilidade com eventualidades que apareçam. Ter uma rotina, acreditem, traz espontaneidade para viver sua vida de forma mais leve. Isso porque rotina não inclui apenas suas atividades planejadas; ela deve abrigar tudo que não é planejado também. O segredo da rotina é estruturar seu dia, sua semana, de modo que você possa não só realizar suas tarefas e todas as outras coisas que você planeja, mas também dar conta do inesperado sem se sobrecarregar e sem se atrapalhar.

O primeiro passo para criar uma rotina é entender que ela não representa horários fixos e pré definidos e sim regularidade. Rotina poupa energia e tempo porque você não precisar parar para pensar e decidir o que você vai fazer a seguir.

Continuar lendo